Porque o tempo não volta

April 29, 2020

 

Porque o tempo não volta

É que continuamos os mesmos.

Se houvesse um trem mágico

Que fosse diretamente a nossa infância!

Se ele reparasse cada pequenina

E dolorosa desilusão de menino!

E se ele curasse a chaga de tudo

O que não sendo feito,

Impede que algo façamos!

Comeríamos o presente com o maior gosto do mundo

E se lembrássemos (por acaso) do passado

Seria apenas como um sonho louco e feliz.

Ah que belo conto de fadas seria!

 

Mas nunca acreditamos em fadas, meu amigo.

Eu (o homem) e tu (o menino)

Sempre fomos um só quando choramos

E sempre estivemos sozinhos

Pois o mundo jamais nos compreenderia.

Eu chorando a tua ausência

E tu (meu fantasma) o teu futuro!

Porque o tempo não volta

É que continuamos os mesmos.

 

By: Gonzalo Bolliger

gonzalobolliger@hotmail.com

About Author(s)

Gonzalo Bolliger's picture
Gonzalo Bolliger
Gonzalo was born in Lima, Peru, in 1989, but he has been living in Brazil since 1994. He has always had an enormous need to express himself and his internal perception of the world. So as soon as he started writing (when he was 14 years old), he understood that art, in general, was the perfect way to accomplish it. He has studied languages at the University of São Paulo (USP), and nowadays, he works as a writer, a teacher, and translating papers. He will be publishing all his written works and poems this year, 2020.